Óleo de Chia

A Chia (Salvia hispanica) é uma planta originária do México, mas ganhou espaço em outras regiões de clima árido da América do Sul. Usada por séculos já pelos astecas, as sementes dessa planta extraordinária eram usadas como alimento básico e fonte de proteínas. Entre 19 e 23% de seu peso são proteínas de alto teor nutritivo.

As sementes da chia possuem uma capa protetora que as protegem do clima árido onde são semeadas. Essa capa, ao ser hidratada, incha e absorve cerca de 12x seu peso em água, formando um gel pegajoso capaz de reter eletrólitos no organismo e também causar sensação de saciedade, uma vez que torna a digestão mais lenta e impede a digestão rápida de carboidratos. Isso é ótimo para diabéticos e pessoas com problemas de resistência insulínica. Por isso, deve ser incluída na alimentação de toda pessoa que quer ter uma alimentação saudável

O gel formado quando a Chia entra em contato com a água ou fluídos gastrintestinais é rico em fibras solúveis, o que melhora o funcionamento intestinal.

 Grão de Chia

A Chia também é riquíssima em óleos (ácidos graxos essenciais) e ômega 3. Estudos realizados no Instituto de Biología Celular da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nacional de Córdoba na Argentina revelaram que os ácidos graxos poliinsaturados e ômegas 3 e 6 da Chia foram capazes de inibir o crescimento de tumores e metástases em modelos experimentais.

O óleo de Chia é rico em ácido alfa linolênico, o Ômega 3, cuja principal função é baixar os níveis de colesterol e LDL colesterol, o colesterol ruim.

Por ser de origem vegetal,o óleo de chia é totalmente vegan. Isso é muito importante para aqueles que não consomem nenhum alimento derivado de animais.

Pesquisas recentes indicam que a Chia possui 3x mais Ômega 3 que a maioria dos grãos (inclusive linhaça). Esses importantes ácidos graxos essenciais que não são fabricados por nosso organismo, auxiliam a absorção de vitaminas lipossolúveis (A, D e K), e ajudam na manutenção, integridade e lubrificação de todas as células do corpo.

Nossa vida cotidiana é inundada pela oferta de alimentos ricos em carboidratos simples e açúcares. As mais recentes descobertas científicas, porém, preconizam uma alimentação com ingestão de muita fibra e pouca gordura e colesterol.A Chia preenche esses requisitos, apresentando propriedades fisiológicas específicas.

O ser humano também é incapaz de sintetizar ácidos graxos poliinsaturados essenciais (PUFAs), sem os quais nosso organismo não funciona adequadamente. Por essa razão, devem ser incluídos na dieta. Pois o Óleo de Chia é rico nesses compostos, especialmente o ácido linolênico (ômega-6) e o ácido linoleico (ômega-3).

COMPRAR

A importância destes ácidos graxos está na proteção do sistema cardiovascular, no controle dos níveis de colesterol e triglicerídeos, fatores que quando altos estão diretamente relacionados ao aparecimento das doenças coronarianas e sua elevada mortalidade.

As gorduras boas contidas no óleo de Chia (ácidos graxos poliinsaturados - os PUFAs) associadas a um programa de exercícios eficaz pode aumentar a massa muscular. O consumo regular aumenta os níveis de lipoproteínas e o tamanho das células musculares.

queimar gordura

Os PUFAs são moléculas muito susceptíveis à peroxidação lípidica, e são facilmente queimados. O corpo necessita da energia proveniente dos PUFAs para queimar caloria. Sem essa gordura especial, é como se o organismo não tivesse combustível para queimá-las!

Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition em 2007 descobriu que o consumo de ácidos graxos poliinsaturados (PUFAs) pode melhorar o equilíbrio metabólico. Além disso, a gordura que já está armazenada na barriga , coxas, bumbum não é queimada de forma eficiente sem a presença dos PUFAs. Essa gordura do bem ou dietética ajuda a quebrar a gordura existente ativando PPAR-alfa e a queima de gordura através do fígado.